28/12/2014

Filme: "Dogville (2003)"

"Os habitantes de Dogville não param de me surpreender."

O diretor Lars von Trier tem o dom de me impactar profundamente com seus filmes e "Dogville" não foi diferente. Foram quase três horas assistindo essa obra-prima, e doeu muito assistir cada cena. Então já adianto para todos que ainda não assistiram, se preparem, pois é uma bofetada na cara e um soco no estômago daqueles bem doloridos.

Este filme é o primeiro da 'trilogia EUA Terra de Oportunidades" tendo como sequências "Manderlay" e "Washington" (sem data prevista de lançamento). Foi uma co-produção dos seguintes países: Dinamarca, Suécia, Noruega, Finlândia, Reino Unido, França, Alemanha e Países Baixos. Seu lançamento aconteceu em 2003.

O filme é dividido em dez partes e cada uma possui créditos e uma introdução, sendo um prólogo e nove capítulos. 

Toda a trama se passa numa pequena cidade dos Estados Unidos conhecida por Dogville, que está situada perto da estrada que leva às Montanhas Rochosas. A primeira cena mostra o desenho da cidade vista do alto e com as marcações dos espaços das casas.
Logo somos apresentados a todos os moradores da cidade e o principal personagem é Thomas Edison Jr. (Paul Betanny), um escritor que trabalha pregando sermões aos moradores. O rapaz busca uma pessoa que seja modelo para suas teorias, e assim, comprovar que os habitantes locais não são capazes de aceitar mudanças. 
Durante suas rondas noturnas, Thomas ouve um tiroteio e encontra a jovem Grace (Nicole Kidman). Ela é uma bela moça que diz estar fugindo de um perigoso gângster e pede ajuda a Thomas, e ele vê nela, a garota perfeita para aplicar suas teorias.
Inicialmente, os moradores de Dogville se recusam a aceitar a forasteira, mas acabam cedendo e a jovem ocupa seus dias fazendo pequenas tarefas para agradecer a hospitalidade recebida. No entanto, os habitantes são egoístas, há um sistema local de trocas e compensações.
Thomas acaba se apaixonando por Grace e é correspondido por ela, porém, ele não tem coragem suficiente para assumir o relacionamento perante os moradores de Dogville, mantendo o romance em segredo.
Após a polícia aparecer em Dogville procurando por Grace, as coisas começa a mudar em relação a forasteira. Os moradores começam a exigir mais trabalho da jovem, e como ela aceita tudo passivamente, todos passam a abusá-la de todas as formas, como pagamento, e fazem uso da chantagem contra a jovem.
A partir desse momento, a comunicação entre os moradores é simbólica, pois tudo que falam não é aquilo que gostariam de dizer. E em pouco tempo, Grace se torna a escrava de todos os habitantes de Dogville. Thomas percebe que é o único que pode colocar um basta nessa situação, e após ser rejeitado pela moça, ele chama o gângster que a procurava.
E é nesse momento que acontece uma reviravolta incrível na história e com desfecho nem um pouco agradável. O final catártico faz com que "Dogville" se assemelhe às tragédias gregas.
"Dogville" é uma obra de arte, assim como tantos outros filmes de Lars von Trier, o diretor mostra um retrato do ser humano, daquilo que há de pior nas pessoas como: crueldade, covardia, mesquinhez, egoismo, arrogância, prepotência, e tantos outros sentimentos destrutivos. Os habitantes de Dogville são pessoas interesseiras e desprovidas de bondade ou compaixão.
Na verdade, Grace nunca foi submissa, como todos os moradores imaginavam, ela sentia desprezo daquelas pessoas vazias, por isso o desfecho é plausível com toda a situação vivenciada pela moça. E Dogville poderia ser uma cidade em qualquer lugar do mundo, em qualquer época, pois sempre existirá pessoas desprovidas dos bons sentimentos, sendo capazes das piores atrocidades contra seus semelhantes.
O filme é uma excelente crítica social que só poderia vir de Lars von Trier. E vivemos em uma Dogville real, que em vez de encontrarmos paz e cura para nossos traumas, nos deparamos com maldades de todos os níveis. 
"Dogville" é um filme genial, está entre os melhores que assisti e recomendo para todos, pois esta obra provoca diversos questionamentos em todos que assistem.

Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 178 minutos
Gênero: Drama, Policial, Clássico
Classificação: 16 anos
Minha Nota: 10,0

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conteúdo Correspondente