09/06/2017

Filme: "Um Ato de Liberdade (2008)"

"Nossa vingança é viver."

"Defiance" é um excelente filme de guerra lançado em 2008. Foi escrito, produzido e dirigido por Edward Zwick, tendo como base o livro de "Defiance: The Bielski Partisans", da autora Nechama Tec. O filme recebeu indicação ao Oscar na categoria de Melhor Trilha Sonora Original, também recebeu indicação ao Globo de Ouro na mesma categoria.

Existe uma infinidade de filmes sobre a Segunda Guerra Mundial, e na medida do possível, vou assistindo principalmente aqueles que relatam histórias reais - no caso, a maioria. 

O filme inicia com imagens em preto&branco mostrando o trabalho da SS e da polícia local prendendo judeus que residiam no país. Logo as imagens se tornam coloridas para nos apresentar os irmãos Bielski.
O ano é 1941, na Bielorrússia. Ao verem seus pais serem assassinados pelo exército alemão, Tuvia (Daniel Craig), Zus (Liev Schreiber), Asael Bielski (Jamie Bell) e Aron Bielski (George MacKay) conseguem fugir do ataque ao seu vilarejo e se refugiam na Floresta Lipiczanska.
Lá, eles começam a traçar planos que vão aos poucos moldando o destino de cada um. Aos poucos, juntam-se a eles judeus que anseiam por liberdade. Tuvia, um líder nato, acaba ganhando o respeito dos refugiados por fazer tudo que estava ao seu alcance para manter a ordem e o bem de todos no acampamento.
No entanto, algumas coisas vão separando aos poucos os irmãos e acirra uma disputa entre Tuvia e Zus. Tuvia está mais interessado em salvar os judeus, mesmo os indefesos e Zus está mais interessado em matar nazistas.
Asael, após ficar abalado com a morte do pai, passa a auxiliar Tuvia com o acampamento e, observando o irmão, aprende a se tornar também um líder. Auxiliando Tuvia naqueles momentos que o mesmo apresenta fraqueza.
Aron é ainda um garotinho, que mesmo estando no meio de uma guerra consegue conservar a inocência da infância. Por outro lado, mostra o drama vivido pelas crianças durante a guerra, que ficaram órfãs da noite para o dia.
Em certo momento, Zus acaba separando-se do grupo e aderindo a Otriad Outubro, formada por soldados do Exército Vermelho comandados por Viktor Panchenko (Ravil Isyanov). Mesmo distantes, Tuvia e Zus sabem que precisam lutar para salvar suas vidas.
"Um Ato de Liberdade" não é nenhuma obra-prima do gênero, mas é um ótimo filme sobre fatos que aconteceram no período de 1939 e 1945 na Europa. Neste filme vemos as ações estratégicas do grupo dos irmãos Bielski e como era a organização daquelas pessoas para sobreviver em locais isolados e suportar o frio do inverno no acampamento, a escassez de comida e os riscos de doenças.
É impossível assistir um filme sobre a Segunda Guerra Mundial e ficar indiferente aos horrores mostrados, vemos histórias 'quase' inacreditáveis sobre superação e heroísmo, histórias que precisam ser conhecidas pelo maior número de pessoas possíveis, para que os horrores do holocausto jamais sejam esquecidos. Logo que surgem os primeiros judeus buscando proteção dos irmãos Bielski passei a torcer para que eles sobrevivessem, mesmo sabendo que todas as circunstâncias eram desfavoráveis. 
"Um Ato de Liberdade" apresenta um ritmo de ação e drama condizentes com a história, sendo bem equilibrado durante o decorrer da trama. Gostei bastante do filme como um todo, mas destaco a belíssima fotografia que registra algumas das paisagens da Lituânia. Resumindo: é um filme muito bem feito que traz uma história incrível de amor ao próximo, luta pela sobrevivência e união em prol de um bem comum.
Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 137 minutos
Categorias: Guerra, Drama, Ação, Histórico
Classificação: 12 anos
Minha Nota: 9,3

2 comentários:

  1. Adorei a dica,vou assistir com certeza.obg.

    ResponderExcluir
  2. Adoro filmes que me tocam o coração, obrigada pela sua partilha quem oferece o que gosta tem um grande coração.

    ResponderExcluir

Conteúdo Correspondente